Mesmo que pareça o contrário, é um bom momento para empreender, mesmo com atuais condições econômicas e de mercado.

As novas tecnologias tiveram um grande impacto na crescente tendência a empreender, oferecendo dados realmente interessantes.

Em uma pesquisa recente feita nos Estados Unidos, berço do empreendedorismo, se destacaram números espetaculares:

  • 62% dos multimilionários americanos são empreendedores.
  • A principal razão pela qual as empresas falham é a necessidade inexistente do mercado.
  • Há 582 milhões de empreendedores no mundo.
  • Os negócios e a industria da alimentação são os mercados mais populares para empreender.
  • 62% das pequenas empresas não tem funcionários.
  • 97% dos profissionais independentes dizem que nunca voltariam para seus antigos empregos.

Com todas essas informações, passamos para as seguintes perguntas…

 

Por que você deveria empreender?

Cada empreendedor tem uma história diferente sobre porque decidiu começar um negócio. 

Alguns sabiam desde o primeiro dia que queriam ser seus próprios patrões e outros tiveram ideias enquanto trabalhavam para alguém e decidiram assim começar a empreender.

Anote alguns motivos pelos quais você deveria pensar bem na ideia do empreendedorismo:

  • Criar suas próprias oportunidades e o seu futuro. Você terá a capacidade de criar suas oportunidades baseando-se nos seus interesses, desenhando assim o seu próprio futuro.
  • Ser seu próprio chefe. Quando você empreende, não tem um chefe, já que é você quem manda. Algumas das vantagens de ser seu próprio chefe é poder estabelecer seus próprios horários e trabalhar quando preferir (para mais ou para menos).
  • Oportunidade de mudar vidas. Tem uma ideia para um produto ou serviço que tem o potencial de mudar a vida das pessoas? Não existe motivação maior para um empreendedor.
  • Independente e livre. O empreendedorismo te traz a agradável sensação de independência e liberdade na hora de pensar e tomar decisões.
  • Seu trabalho é o seu lucro. Todo o seu trabalho trará uma renda que será toda sua. A gestão e uso dessa renda também será de sua responsabilidade absoluta.

A ideia de viver do seu próprio negócio é muito atrativa. Para ter as mesmas garantias de sucesso é preciso ter em conta uma série de chaves que podem fazer a diferença. Siga na leitura!

 

Chaves para empreender com sucesso

Até mesmo os empreendedores mais seguros e melhor preparados podem sentir uma sensação de incerteza quando lançam alguma nova ideia de negócio. 

Qualquer empresa nova tem riscos embutidos, e os desafios e imprevistos são uma parte 

inevitável do caminho para o sucesso.

Para aumentar as possibilidades de sucesso, existe uma série de fatores que deve levar em consideração na sua agenda de empreendedor:

 

1. Domine o seu mercado

São muitos os fatores internos e externos que podem afetar a longevidade dos produtos e serviços que o seu negócio oferece.

Entender como um negócio se sobressai onde sua concorrência não o faz é um elemento crucial para dominar o mercado. 

Foque no seu nicho de negócio e procure a vantagem competitiva que possa te fazer sair por cima da sua concorrência.

 

2. Paixão

Para uma boa porcentagem de empreendedores, a paixão é o que dá o impulso principal de um empreendimento de sucesso.

Com paixão, um empreendedor possui combustível inerente e resistência inesgotável que constantemente impulsiona suas ações para frente.

Trabalhar em um nicho de mercado que você domine e seja apaixonado pode ser a vantagem competitiva que precisa para se diferenciar do resto da concorrência.

 

3. Elabore um plano de negócios

Seja começando um negócio ou explorando a melhor forma de expandir algo já existente, um plano de negócios é uma ferramenta importante para te ajudar a guiar suas decisões.

O propósito de um plano de negócios é ajudar a articular uma estratégia para começar o negócio. Também proporciona informação sobre os passos a seguir, os recursos necessários para alcançar os objetivos comerciais e um cronograma de resultados antecipados.

Não há negócio possível sem um plano de negócios, já que é um passo não-renunciável se você realmente quer estar no controle real de seus negócios.

 

4. Defina quem é o seu cliente

Todo empreendedor deve se concentrar nos seus possíveis clientes. A capacidade de encontrar um cliente, vender o produto ou serviço a esse cliente e a satisfação dele ao final devem ser o foco central de toda atividade empresarial.

Responder a certas perguntas sobre o perfil de cliente desde o princípio e durante o crescimento do negócio pode ser a chave. Mas que tipo de perguntas? Por exemplo:

  • Quais são seus problemas? Não importa o produto que você ofereça, você estará vendendo uma solução a um problema… e as pessoas querem resolver problemas.
  • Como são os clientes «potenciais”? A resposta a essa pergunta é dada por dados demográficos e o estudo e classificação das pessoas de acordo com suas atitudes.

 

5. Faça uma análise da sua concorrência

A concorrência pode ser definida como o grupo de competidores que se dirige aos mesmos segmentos de mercado e com um produto similar ao oferecido pelo nosso negócio.

Para desenvolver uma boa análise da concorrência, devemos incluir, por exemplo, ações como:

  • Coletar informações sobre seus principais concorrentes. Se trata de um exercício de estudo e comparação muito detalhado. Desde a evolução dos produtos ou serviços da concorrência, compará-los com os seus, até o sistema de preços.
  • Identificar os pontos fortes e fracos da concorrência. Um exercício prático de enumeração dos concorrentes e seus respectivos pontos fortes e fracos. Essa análise te dará uma ideia de como você pode adaptar a sua estratégia para combater seus pontos fortes e tirar proveito de seus pontos fracos.

 

6. Crie parcerias estratégicas

A parceria estratégica é um acordo entre dois ou mais empresas para cooperar em uma atividade empresarial específica, onde cada uma tire proveito dos pontos fortes da outra e que tenha vantagens competitivas.

Para fazer uma parceria estratégica correta, é necessário ter um profundo conhecimento do negócio e do que precisamos e queremos dele, além de saber quais empresas cujo perfil é adequado para formar parte de tais alianças.

 

7. Invista em tecnologia

Poucos recursos são tão fundamentais para o empreendimento como a tecnologia. As novas tecnologias foram o fator chave na aparição de novas oportunidades de negócio interessantes e rentáveis.

Investir em tecnologia tanto para desenvolver seu negócio como para posicioná-lo e promovê-lo é essencial. Por esse lado, o mundo digital é um cenário a ser descoberto e para tirar o melhor proveito para otimizar e promover o lucro final de qualquer negócio.

Seja qual for a sua razão para querer entrar no mundo do empreendedorismo, com um bom planejamento e trabalho, seus sonhos podem ser realidade. Está preparado?